Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2006

Duas cagadelas líquidas, ácidas, verdes e brancas

Num espaço de uma semana, duas pombas cagaram-me em cima. A primeira acertou-me na mochila e a segunda na gola da camisa. A única semelhança entre as cagadelas foi o facto de ambas terem sido igualmente direccionadas para as minhas mãos. Uma atingiu a esquerda; a outra a direita. À terceira é de vez e, certamente, a puta da cagadela vai-me cair bem no meio dos meus olhos.

Se quiser, vá tomar um cafezinho para fazer um tempinho...

É melhor não ir... Tenho comigo o portátil, a câmara e informações confidenciais na pasta. Vou ficar por aqui, nesta sala minúscula; assim sempre: nesta esgotante falta detempo para tudo.

- Peço desculpa pelo tempinho que esteve à minha espera.

Tempinho ou horas? Apesar de me estar preparar para responder-te com um sorriso, queria que soubesses que tenho vontade de te partir a cara! E, já agora, eu não costumo tomar cafezinho quanto faltam 15 minutos para as 23h00.

- Não se preocupe, não há qualquer problema. Esteja à sua vontade... - enquanto eu vou esmorecendo mais um pouco.