Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2010

Passe na Rute.

"Vá, vamos lá organizar a cena mentalmente. Respire fundo. Não chega? Vá, outra vez e outra vez e outra vez e outra vez. E agora? Melhor?"; "Quanto lhe devo doutor'e'?"; "Ver o seu sorriso vale tudo para mim... passe na Rute, são os 120 euros habituais".

"It's a major minor detail
It's a solitary sequel to never knowing anything at all"

AQUI

O mal da palavra.

Ele tinha uma doença: queria aplicar em todas as situações a palavra exequível. Primeiro foi porque lhe soava bem e lhe uma certa distinção. Depois, por uma questão de sentir que a palavra o fazia sentir superior. Mas no fim, ficou dependente dela e tornou-se para ele um mal incurável.

Cliente: Queríamos isto para amanhã!
Ele: É exequível.
Consorte: Foi tão bom, não foi?
Ele: Foi, de facto, exequível?
Funcionário da CP: Tem de tirar o bilhete na máquina!
Ele: Ok. É exequível.
Médico: Você tem uma saúde de ferro.
Ele: Sim. Sou um espécime exequível.

Este post é, de facto, além de extraordinário, simplesmente exequível.

AQUI *

* Hoje ouvi isto e lembrei-me outra vez do quão bom foi o álbum Sam's Town.

À Negrita.

Redescobri o prazer de ganhar bolhas nos dedos. Apesar de só ter dois pickups a funcionar, moi-mêmme e a minha Negrita (se o BB King baptizou a sua guitarra de Lucille também tenho direito) lá nos fomos juntar, de novo, à banda. Cinco anos sem que lhe tenha tocado, alguma vez numa relação seca e esgotada, mas agora está aqui ao meu colo a recuperar o tempo perdido.

As minhas dívidas são as sentimentais. Evito quaisquer prestações de amor. Sozinho com as minhas vogais. Vivo a vida consoante a dor.

AQUI *

* Podia ser um post de homenagem, mas a verdade é que já estou à procura de substituta para a Negrita na Internet.
"Às vezes, por várias vezes, vezes em que sinto que as vezes são menos vezes, penso nas vezes, menos vezes, em que sinto que as vezes serão mais vezes boas"

AQUI

Facebookem-me aqui os colhões.

O Edson Athaíde fez uma analogia do futebol dos anos 30 no Brasil ao Facebook, manifestando a ideia da rede social conseguir vingar de vez e ser indispensável no futuro. Comigo foi o contrário. Usei com vigor e experimentei as merdas das aplicações todas. Passados não mais do que 2 meses, apesar de ter começado a achar graça à coisa, lá percebi que o Facebook alberga muita gente com limitações intelectuais e fortes carências afectivas. Não, obrigado! Não vou continuar a ler posts do género "hoje cocei o meu colhão esquerdo e reparei que tinha dois pintelhos a mais" ou, ainda, "hoje coloquei um vibrador rosa no meu cu e a minha irmã bateu uma punheta ao colega da escola".

"Fodam-se todos os facebookianos! Fodam-se a valer! Perdoe-me sENHOR, pois pequei na minha caminhada. Sempre fui um blogger excepcional e continuarei a sê-lo até à derrota final e humilhante do Facebook e à ressurreição dos bons bloggers"

AQUI

Duras verdades e um disco externo.

Hoje o miúdo confundiu o livro de Zamiatine com o disco externo da WD e ao pegar-lhe com as suas mãos minúsculas deixou-o cair ao chão. Perante a atrapalhação, mais não fiz do que cagar verdadeiramente nos meus mais de 60 gigas de música armazenados naquela rodela gostosa, como diria o meu efémero amigo Carlos Pinto Coelho. Ser pai é isto, julgo eu. E, já agora, e bem a propósito, comi coelho ao jantar e o meu fedelho arrebatador também quis. Daí a dúvida que me assaltou: «Foda-se, mas eu prometi um coelho ao puto para os seus 3 anos e agora estou a antecipar-lhe o presente espetado no meu garfo?». Pelo menos, gostou do sabor. Agora resta saber se gostará de brincar com ele e tratá-lo com respeito.

"Hoje descobri que, afinal de contas, o Noddy é taxista. Foda-se que puto de azar o do puto! Antes fritar rissóis para fora"

AQUI *

*Martina Topley Bird é uma coisa... até teria a mesma profissão do Noddy para poder ouvi-la a 3,2 cm dos meus ouvidos.

Bimby Super pAPA Hóstia 2010

Marketing seria, aquando da visita do pAPA, a Bimby criar um modelo para a ocasião, capaz de, já no seu vasto leque de receitas, fazer deliciosas hóstias chocolate.
"If the Divine master plan is perfection
Maybe next I'll give Judas a try"

AQUI

E agora que título é que dou a isto?!

Ir a um concerto de Einstürzende Neubauten parecia tão improvável como ouvir Nusrat Fateh Ali Khan num restaurante indiano. Mas a verdade é que as duas situações aconteceram mesmo. É a prova viva de que a música opera grandes mudanças nas pessoas.

"O Lars Von Trier, segundo a Björk, só ouvia música de merda como os Roxette"

... AQUI e AQUI *

* Este tema é extraído do álbum Night Song, o qual recomendo vivamente a escuta.

Obrigado amigo 日月神教-向左使

São comentários de leitores como este do meu amigo japonês que me dão força para continuar firme e hirto a escrever na Alienação Zorziana. Obrigado pelo teu carinho e volta sempre que quiseres amigo (do caralho e mais o spam filho da puta!).

"AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a 片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,正妹牆,情色視訊,愛情小說,85cc成人片,成人貼圖站"
... AQUI

Pé-à-espera

Fui alvejado à queima-roupa pelo dissabor do amor na minha língua. Carimbei-te o peso dos pés mordidos pelos cães vadios. Uivei o lobo e levei das minhas garras o teu sangue indefeso. Foste sem conta em diferentes indumentárias orgânicas. Cortei-me em tatuagens com diferentes iniciais do teu tempo. Foram balas em fogo de amor-ódio até me veres agora assim. Sem o cair de estar em pé à espera da morte do teu beijo.

"Uivei o lobo e levei das minhas garras o teu sangue indefeso"

... AQUI

A saber... - OU - Reservado, mas só para a semana

É nestas alturas que gostava de ser um homem com a maturidade suficiente para dizer qualquer coisa em condições depois do jogo de ontem. Do género "deixam estar, amigos benfiquistas. Para a semana fazem a festa em casa com o estádio cheio e assim evitam agressões e cenas de violência desnecessárias". Todavia, além de ter uma ligação forte à cidade do Porto e ao FCP, sou um biltre por natureza e não me ocorre nada melhor do que parafrasear Maradona. Ainda pensei em Albert Cossery ou Herberto Helder, mas não era a mesma coisa. A saber:

"Que la chupen y sigan chupando"

... AQUI