Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2012

Sou uma cãibra.

Sou uma cãibra. Que espreita intraderme, inchando e que magoa. Peço pressão para aliviar. Alguém que tenda a sufocar-me junto dos músculos e da lógica. Sou um chato. Que não se alinha, resmungando e que incomoda. Não peço nada. Alguém que queira apaziguar-se junto da estupidez alheia. Sou um morto-vivo. Que aceita a morte, mandando tudo para o caralho. Peço inteligência. Alguém que já não se incomode com a fraca elasticidade mental dos bichos. Sou uma bandeira. Que se inunda em cores, negando qualquer preconceito. Não peço muito. Alguém que se sente à minha frente, invocando humildade forçada.
"A minha única esperança é finar-me alcoolizado e cheio de amor por todos"