Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2007

Os golden showers fofinhos, os paneleiros geniais da música e os cabeçudos do futebol!

Conta-me o meu pai que no tempo do Franz Anton Beckenbauer não havia cá destas merdas!!!

Raro é o dia em que o meu rebento não me mija nas mãos, nas pernas ou no peito: é o único golden shower fofinho e isento de intuição preversa/doentia que conheço - sei que a Chyteria (será que é assim que se escreve?), isto já ao nível dos squirts, também tem performances aprazíveis e admiráveis! Mudada a fralda ao "Diabrete" a.k.a (also known as) "Mãozinhas", continuo o dia a partilhar com ele a sonoridade de Brett Anderson (1º paneleiro) - juntando-se, assim, ao Bernard Buttler (2º paneleiro) em odisseias a solo, levo-o à genialidade de Lou Reed (3º paneleiro) e de Rufus (4º paneleiro, trá, lá , lá...). Como não há 4 sem 5, o que é uma lógica difícil de executar no plano sexual - 4 fodas por dia é interessante, mas 5 quase nos esfola a pele da glande! -, mostrei-lhe as pérolas do Antony (5º paneleirão). Terminado quase o dia, e para aligeirar um pouco esta dose "cóltóral&…

O desdobramento hilariante de Rabolú e o triste desdobramento diário de todos nós.

A teoria inventada e vendida sem qualquer intuito lucrativo para o seu criador, substitui o habitual meteorito por um enorme planeta vermelho num eventual choque com o planeta Terra. Sairão, então, das profundezas do solo, criaturas horripilantes, muito ao género da tese dos reptilóides.
Na obra Hercólubus ou Planeta Vermelho, o humilde, mas iluminado (!), V.M. Rabolú escreveu o melhor desdobramento hilariante possível: o astral! Mais para o final do livro, que se lê perfeitamente em pouco mais de uma hora e meia, o "salvador da pátria" explica, mais ou menos assim, o método: dá-se dois ou três pulinhos, acompanhados de umas quantas palavras mágicas, e começamos logo a levitar. E levitando, sabem até onde este homem conseguiu ir? Bom, nada mais, nada menos do que Marte e Vénus.
Lembro-me agora de outro desdobramento não tão hilariante: o nosso! Por conveniência, necessidade ou obrigação, multiplicamos desnecessariamente os gestos que sustentam o valor da espécie humana: os bei…

Agora sim (!), vingo-me do Luís Represas!

Juntamente com "Calçada de Carriche", "IP5" e "IC19", "Feiticeira" é outro dos temas bem conhecidos do aclamado, incitado e aplaudido cantautor de sangue português.

Há uns anos, aquando do lançamento do primeiro disco a solo do Luís Represas, lembro-me de estar num grupo de pessoas mais velhas que, com a habitual arrogância do avançar da idade, ignoraram a minha opinião sobre a voz daquele senhor. Por, aparentemente, ser uma verdade absoluta o seu potencial vocal, o qual, na minha humilde opinião, não é mais do que um pequeno aperitivo... sei lá, tipo um Martini com uma rodela fina de limão que se toma numa festa de anos de um amigo de um amigo de outro amigo nosso, fui ostracizado pelos restantes pseudo entendidos da arte musical. Confesso: fiquei fodido! Agora, já com quase 30 anos de idade, e com milhares de sonoridades já processadas nos meus neurónios musicais, digo-o sem qualquer medo: a voz do Luís Represas é mediana e não passa de um músi…

Obrigado G.B.B.V. (Grande Bicho Branco Voador)

Foto: Pai Zorze Zorzinelis

É um prato de caracóis e uma imperial fresquinha! - OU - Reticências... - OU - G.B.B.V.: Grande Bicho Branco Voador.

Não que as férias tenham chegado, embora não falte muito (3 dias), mas acho que é lógico parar por agora. A vinda do grande-bicho-branco-voador faz com que queira colocar reticências na Alienação Zorziana. Sendo assim, antecipo-me e desejo aos alienados umas extraordinárias férias! Vemo-nos quando tiver que ser. Vou estando por aí, sempre que possível, a confirmar os vossos posts. Muitos beijos e abraços genuínos e alienados...