Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2009
Chegado à minha torneira caseira e mui estimada de Baco, soltaram-se apenas 3 pingas de amor atordoante. Lembrei-me, então, da Dona Ermelinda de Freitas, trancada no armário de escape por “herança” de meu pai, e brindei a mais uma viagem. Suguei o Castelão e acomodei-me para a Valsa com Bashir. Acordei tardiamente. Perdi a dança e deitei-me para lá das três. Foi então que, rompendo os meus habituais pesadelos, uma força imparável pousou sobre o meu peito e sufocou-me durante breves segundos. No ouvido direito alguém me entoou o sopro desértico de morte do Sahara. Mas consegui acordar e fazer mais um copy/paste diário: vestir-me, trabalhar e regressar, aparentemente, são e salvo a casa.

A Sara Lov Flagelos

O flagelo da droga. O flagelo, também, de quem não sabe falar inglês e diz “caveile” em vez de cavalo. A muitos milhares de galopadas de distância, uma mulher japonesa tem um orgasmo: “Nagoyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyya!” Por acaso não sei o que quer dizer Nagoya, mas o restaurante ali para os lados das Laranjeiras é bom. Desde a mestria do cozinheiro que tem a cara encerrada para obras até à pitinha que já provou sushi não tão fresco e que agora se encontra prenha de 8 meses – desconfio que tenha sido o cliente do Lexus. Mas como este post não cura sobre nada e não cura nada mesmo, pelo menos fiquemos com um belo flagelo musical para inspirar a malta hoje:

AQUI

"Tenho o prazer de estar a falar com o senhor Zorze?"

Dizia e com razão a pintora na rádio: "Antigamente, viviamos com muito menos dinheiro, mas não nos assaltavam tanto o tempo com as burocracias habituais dos bancos e afins". Quase nos agridem com paus quando não damos 5 euros para a campanha disto ou daquilo. Ah, pelo meio, ainda telefona a senhora da Zon a perguntar se quero a Box por mais uns euros e depois, muito impertinentemente, o senhor da publicidade toca à campaínha e acorda o puto. E ao adormecer novamente o puto, volta a tocar o telemóvel: é do trabalho, ao que parece. E... ah, merda: esqueci-me de fazer uma transferência bancária! Volto num instante...
"A vida é composta por demasiadas vírgulas, poucos pontos e vírgulas, um ponto final e reticências para quem acredite"

Zorze

Festival das Pandas

"Não sou só mãe: sou mulher também". Foi este o lema que animou, ou melhor, que me animou durante o Festival Panda deste ano, realizado ali no estádio do Conde de Oeiras. Sim, não iriam ser nem o Sportacus nem a Estefânia a animar um gajo com os seus saltos mortais e com as suas recomendações alimentícias!



Depois de Dani Woodard ter desistido da indústria porno, pode ser que qualquer dia apareça no Estádio Municipal de Oeiras para mais um Festival do Panda!

Provedor Zorze

Ouvia hoje na rádio o Provedor do Ouvinte e a excelente/esgotada questão: deverão os pimbas, como o Emanuel, Michael e Tony Carreira fazerem parte da programação da Antena 1?

De forma ponderada, também queria dar a minha opinião:

"O CARALHO É QUE DEVIAM! PUTA QUE PARIU OS PIMBAS! PUTA DE PRAGA QUE INVADE A TELEVISÃO, A RÁDIO E ATIRA OS NÍVEIS DE EXIGÊNCIA MUSICAL PARA O LODO! FODA-SE MAIS O TONY E MICHAEL QUE MAIS PARECEM FAZER PARTE DA MAÇONARIA! JÁ NEM OS POSSO VER OU OUVIR: NEM MESMO QUANDO ESTOU A FODER!"

- - - - -

Agora que estou mais calmo, quero dar o exemplo de mais "putaria musical"



Sim, porque ter um pitinha a brincar com o trabalho da Joan as Police Woman é mesmo de um gajo ficar com vontade de mandá-la directamente para um estúdio de produções-porno para levar um triple-oral-anal-fucking dos maiores cavalões!

Como tal, para o meu post não acabar num registo de violência desmedida, proponho com amizade e, quiçá, com fraternidade, um vídeo da original lesada po…