Avançar para o conteúdo principal

Frontera e Casillero Del Diablo

Levou-me algum tempo a digerir a vinda desta senhora para o panorama musical. Demasiado protegida pelos críticos musicais, nunca lhe dei muita atenção nem crédito em mais de 8 anos de carreira - só a sugerida comparação à mãe das novas songwriters, Tori Amos, irritou-me! Uma coisa é vinho Frontera - muito bom! - e outra é El Casillero Del Diablo - excelente! Todavia, e só agora, após me terem oferecido o sexto e último álbum da cantautora, "Far", apercebi-me, finalmente, da relíquia que me trouxeram da deliciosa e parisiense Colette. Este tema não é o melhor do álbum, mas talvez o 4º ou 5º: já por aqui dá para antever o quão boa é esta rodela gostosa desta forçada nova-iorquina, nascida e criada até aos 9 anos em Moscovo: Regina Spektor.


Convém comparar a Regina Spektor à Tori Amos para se topar a imbecilidade dos críticos musicais! As duas têm tanto a ver como eu gostar de ovos escalfados com ervilhas!

Comentários

  1. eu gosto à brava de ovos escalfados com ervilhas... e mais nada, um bocadinho de picante sómente.

    ResponderEliminar
  2. Ainda estou à espera daquela colectânea que era para teres feito para mim....presumo que nem noutra vida!

    Mas por acaso já conhecia a Regina mas só recentemente. Aliás, acho-a melhor que os chocolates com o mesmo nome (e não que O chocolate que isso já seria sacrilégio!). Já a Tori nunca convivi muito com ela. A bem ver nem com a Regina. Por outro lado trato a Melody, que nada tem a ver, por tu. Coisas. Os meus ouvidos têm disponibilidades auditivas que só eles conhecem!

    ResponderEliminar
  3. Zorze,

    Há já algum tempo tinha vindo parar ao teu blog numa pesquisa google.
    Não sei porquê?

    Já cá tinha vindo mais vezes em silêncio. Gosto da maneira, como exteriorizas os teus pensenes (pensamentos, sentimentos e emoções).

    O mundo precisa de espíritos libertos, apesar das normas padronizarem e classificarem, os próprios pensamentos.

    Abraço,
    Outro Zorze por aí neste mundo insano.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Die Liebesbriefe einer portugiesischen Nonne

Gosto mesmo deste registo de mamas!

Tinha, talvez, cinco anos quando vi a Ana Zanatti e as suas amigas freiras em cenas lesbianas e, naturalmente, vem daí o despertar precoce da minha libido.

Só consegui a capa do filme em Inglês. Sorry...

Rapsódia contemporal-conceptual - OU - Ya, Zé

Onde é que se liga aqui este megafone?... Ouçam: artigos pequenos e outros um pouco maiores com mais de 80% de mínima importância. O tapete, o cristal, os dourados. Ai, como são lindos os dourados! Os saldos! Ui, dEUS meu, já começaram? Pretexto. Vamos já, vamos já! Quero ver essa selectividade minimalista dos espaços decorados sem nada. Os dias da reinvenção. Presunção. Sei mais do que tu! Eu sim, sou especial. Antena e o tempo. Vem de onde? Massamá! E o que nos traz hoje? Venho cantar Celine Dion em português. Escolha ousada. E porquê a Celine? Ai, é simplesmente linda: sempre foi! Dias de festejo. Kizombada depois da lambada lambuzada ao seu tempo. 2 tempos. 4 tempos. Motores potentes. A tecnologia gritante. Si, cariñoooooo! Iphones, S8's, S9's, 5 Mini S´s. Fodeu! É assim que se diz? Depende do que queres dizer!? Quem? A mulher, o patrão, o empregado, a amante turbinada, o senhor do banco? Tenho certezas, tenho opiniões. Como diziam os outros, já sei namorar e beijar de bo…

Como pode um homem sem escrúpulos fornicar a sua amiga lésbica?

Embriagados e fumados, dois amigos estendidos no chão da cozinha. . .

Amiga: Qual é o meu problema em gostar de gajas?
Amigo: O problema é que se não fosses lésbica já teríamos um programa melhor do que ficarmos a arrefecer no chão.
Amiga: Não te preocupes. Posso sempre dar-te um xi-coração.
Amigo: Olha, já cheiraste este lenço?
Amiga: O que tem?
Amigo: Cheira!
Amiga: Está bem. Humm… bah, cheira a… a… a… hospital…
Amigo: Diz antes a sonorífero!