Avançar para o conteúdo principal

Eram às dezenas: os vultos...

Example

Por muito que tente ultrapassar, os vultos estiveram lá a assaltar a sua relutância pelo transcendente. Roubaram-lhe a tranquilidade por uma noite e assustaram-no de morte. Outros dias surgiram onde olhou todos os recantos de pouca luz, retardando o desespero de ser confrontado novamente por outras figuras sem forma, sem cara: vultos. Estará ele susceptível? Iluminem-lhe as divisões da casa. É no escuro que eles surgem.

Comentários

  1. Se pagares a conta da luz nada disso acontece...

    ResponderEliminar
  2. Esse tomar de assalto a relutância pelo transcendente parece-me uma boa alienação zorziana.

    ResponderEliminar
  3. merdinhas, não podias ter escolhido melhor nome!

    ResponderEliminar
  4. Não pude deixar de gargalhar aos molhos quando vi tua resposta ao fezesinhas, ó Zorzel!!! E tu ouvistezia-las!

    Versão trinada: "Parecem bandos de pardais à solta: Os vultos... os vultos".

    Versão Rua Nova do Carvalho: "Eram vultos como chatos em virilha de marinheiro"!

    Versão Sharon: "Eram vultos como palestinianos, ó caralho! Reproduzem-se que nem ratos, foda-se! Tenho fome"!

    ResponderEliminar
  5. Muito bom Mariachi, muito, muito bom!

    Versão obral: "Granda par de vultos"

    ResponderEliminar
  6. Amie: Grande quote!!!5th element!!! sim senhor...
    Zorze: como sempre, em grande forma!!!!

    ResponderEliminar
  7. Também eu já os vi, meu caro... parece que passam sempre no sítio para onde deixámos agora mesmo de olhar!

    Consomem-te as brasas do bom paquistani!

    É bom, sabe bem, mas só se intentares na vida estares com outros sadús à espera que a senhora da gadanha te venha buscar, em Varanasi, à beira do Ganges!

    ResponderEliminar
  8. Os vultos lembram-me a casa Puzzle que comprei. Ainda não consegui a peça da EDP para instalar a Luz.

    ResponderEliminar
  9. Os gajos da EDP são fodidos. Qualquer dia fodo-lhes as instalações com uma granada!!

    ResponderEliminar
  10. Vai lá com calma que o meu pai trabalha não EDP e não faz mal a ninguém!

    ResponderEliminar
  11. Bem..., bom... peço desculpa, quis dizer PSD...

    ResponderEliminar
  12. E se o teu pai trabalhasse na GNR dirias o mesmo? Essa é a questão!

    ResponderEliminar
  13. Dá para meter uma cunha? Contínuoi com luz da vizinha.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Die Liebesbriefe einer portugiesischen Nonne

Gosto mesmo deste registo de mamas!

Tinha, talvez, cinco anos quando vi a Ana Zanatti e as suas amigas freiras em cenas lesbianas e, naturalmente, vem daí o despertar precoce da minha libido.

Só consegui a capa do filme em Inglês. Sorry...

Rapsódia contemporal-conceptual - OU - Ya, Zé

Onde é que se liga aqui este megafone?... Ouçam: artigos pequenos e outros um pouco maiores com mais de 80% de mínima importância. O tapete, o cristal, os dourados. Ai, como são lindos os dourados! Os saldos! Ui, dEUS meu, já começaram? Pretexto. Vamos já, vamos já! Quero ver essa selectividade minimalista dos espaços decorados sem nada. Os dias da reinvenção. Presunção. Sei mais do que tu! Eu sim, sou especial. Antena e o tempo. Vem de onde? Massamá! E o que nos traz hoje? Venho cantar Celine Dion em português. Escolha ousada. E porquê a Celine? Ai, é simplesmente linda: sempre foi! Dias de festejo. Kizombada depois da lambada lambuzada ao seu tempo. 2 tempos. 4 tempos. Motores potentes. A tecnologia gritante. Si, cariñoooooo! Iphones, S8's, S9's, 5 Mini S´s. Fodeu! É assim que se diz? Depende do que queres dizer!? Quem? A mulher, o patrão, o empregado, a amante turbinada, o senhor do banco? Tenho certezas, tenho opiniões. Como diziam os outros, já sei namorar e beijar de bo…

Como pode um homem sem escrúpulos fornicar a sua amiga lésbica?

Embriagados e fumados, dois amigos estendidos no chão da cozinha. . .

Amiga: Qual é o meu problema em gostar de gajas?
Amigo: O problema é que se não fosses lésbica já teríamos um programa melhor do que ficarmos a arrefecer no chão.
Amiga: Não te preocupes. Posso sempre dar-te um xi-coração.
Amigo: Olha, já cheiraste este lenço?
Amiga: O que tem?
Amigo: Cheira!
Amiga: Está bem. Humm… bah, cheira a… a… a… hospital…
Amigo: Diz antes a sonorífero!