quinta-feira

1ª Grande Entrega de Prémios Alienação Zorziana



Eládio Clímaco: Leidis éne jentelementes. Ui are ire reunitéde tu célebreite de fareste entreigue ofe Prémios Zorzianos. Madames ê missioures. Nu somes reinu pure cêlêbrê le primiére entreigue dos Prémios Zorzianos. Senhores e senhores. Estamos reunidos para celebrar a primeira entrega dos Prémios Zorzianos.

(Palmas...)

Antes de anunciarmos os vencedores, queremos projectar na tela gigante as mamas de eleição de Zorze Zorzinelis: as da Penélope Cruz.


“Gosto mais das tuas mamas do que ovos escalfados com ervilhas” (Zorze).

Bom, chegou o momento tão ansiado. Como é natural, nem todos os alienados puderam ganhar. Como tal, vamos destacar com a devida honra quem ficou pelo caminho. Distinção UN CERTAIN REGARD para os 5 textos temáticos de… Chat Noirrrrrrrrrrrrrrr!

(1)

À RIEN
Galardão Zorziano para Melhor Post: Originalidade/Tema Livre

"Le chat semble mettre un point d'honneur à ne servir à rien,ce qui me
l'empêche pas de revendiquer au foyer une place meilleure que celle du
chien" Michel Tournier

Chat =ZORZE
Chien=Haddock
Chat Noir



(2)

DONNER SA LANGUE AU CHAT
Galardão Zorziano para Melhor Post : Sexo, Álcool e Afins

Quand ils eurent goût les suprêmes ivresses,
Ils cachèrent leurs corps,meutris par les caresses,
Sous les draps qui fleurarent la lavande et la peau,
Et,les yeux fermés,les bras format étau,
Leurs êtres lentement,sous l'ardeur des étreintes,
"Recommencons" dit-il et le sourire aux dents,
La femme murmura tout bas des mots ardents,
Puis,doux comme un soupir,de sa bouchette rose,
S'exhalérent ces mots : "non, cherchons autre chose"
Et,comme lui naîf la regardait,béat...
"Tu ne devines pas? alors donnes ta langue au CHAT

(3)

L'AMOUR
Galardão Zorziano para Melhor Post: Amor, uma Condição de Vida



(4)

LES CHIEN NE FONT PAS DES CHATS
Galardão Zorziano para Melhor Post: Insulto Gratuito a Personalidades/Bloggers





(5)

NO COMMENTS
Galardão Zorziano para Melhor Post: Lobby (Exclusivo para Amigos)



(Palmas...)



Ahhhh (gargalhadas apaneleiradas de Eládio Clímaco)… É bom vermos os grandes talentos serem reconhecidos. Obrigado Zorze Zorzinelis por me teres convidado para anfitrião destes prémios.

(Palmas...)

Chegou o momento para o vencedor do prémio ORIGINALIDADE/TEMA LIVRE... E o vencedor é… Asdruuuuuuuuuuballllllllllll (de novo, a histeria apaneleirada)

OS AMIGOS E AS GAJAS
(Asdrubal)

Esta estória que aqui vos deixo é verídica. Já passaram mais de 20 anos mas ela continua bem presente nas nossas memórias. Tenho um amigo que desde muito novo tem a mania que é galã e que faz o maior sucesso com as miúdas. (ele é um daqueles homens que adora fazer conversa de ir ao cu com as chamadas garotas de programa). Certa noite fomos a um bar ao Bairro alto. Logo depois de entrarmos ele “melgou-se” a uma desgraçada de uma miúda e não mais a largou. Duas horas se passaram, com muitas cervejas e alguns charros pelo meio, e ele continuava em grande conversa com a pobre da miúda que já demonstrava bem o que lhe ia na alma. Mesmo eu que não era o alvo de tanta conversa já sentia o efeito de tamanho pincel. Foi então que, aproveitando uns breves minutos de afastamento por parte do meu amigo para ir buscar mais uma cerveja ao balcão, me agarrei à miúda e sem dizer uma palavra lhe desatei aos beijos. Estou certo que o sucesso que tive não foi seguramente pelos meus lindos olhos mas sim por ter sido a única solução que a pobre rapariga encontrou para se livrar de muita parra e pouca uva. Estava eu no maior “enrolanço” com a miúda quando oiço uma voz (já muito enrolada) gritar bem alto “és mesmo filho da puta”. Antes de tirarem conclusões precipitadas digo-vos só que este amigo uma vez em pleno Plateau ao ver passar por ele uma potencial vitima (uma vez mais já com muita cerveja e alguns charros à mistura) se sai com um muito foleiro “bebé você tem uns olhos lindos” . Podem dizer que apesar da foleirice até é uma frase simpática mas isso seria se a pobre miúda não fosse completamente zarolha. Agora sim quero a vossa opinião. Será que a minha atitude foi um acto de pura filha da putíce ou foi um acto cheio de nobreza ao salvar a pobre rapariga das garras de um antepassado do emplastro?

P.S. Da míuda não me lembro nem do nome e muito menos da cara apenas me lembro de acabar a noite com o guarda nocturno a pedir para mudar o carro para um sitio com menos luz pois ali estava a dar muito nas vistas. O meu amigo continua a fazer parte do muito restrito lote dos meus grandes amigos.

(Palmas)



Ai, papava este Asdrubal das unhas dos pés à ponta dos cabelos; ui… tenho o meu clitóris on fire… ai ‘cum’ caramba, já tou no ar… Bom, chegou o momento para outra distinção absolutamente fantástica: o do SEXO, ÁLCOOL E AFINS… uauuuuuuuuuu… faz-me lembrar o tempo em que tinha 18 anos e tinha acabado de sair do armário. E o vencedor é: Milaaaaaaaaaaaaaaaaagresssssssssssss

LOUCA
(Milagres)



Puxei do isqueiro enquanto me fazias uma mamada, acendi um charro e olhava-te de cima e pensava, mas que tarada, não conhecia ninguém assim, tão gulosa, chupavas do principio ao fim de forma raivosa. Ás vezes tinha receio, que no meio da excitação me desses uma trinca e me arrancasses o “brincalhão”.Nessa noite tudo foi permitido, ainda me lembro de como me chamavas querido, e me comias, sim eras tu quem me comia. Eu deixava, até porque não me restava mais nada do que obedecer à tua fome canibalesca, como se de um rolo de carne se tratasse.Pedias incessantemente que violentasse a “bagageira” de forma cruel e rotineira. Sem modos fui acomodando a bagagem, o espaço não era muito, e partimos em viagem.Meti primeira a fundo, e os máximos acenderam de prazer, só ouvia os nossos motores a gemer. Conhecia o teu corpo tão bem, airbags frontais herdados da tua mãe, tão generosos que eles eram.Continuava-mos a nossa viagem louca, sem maneiras tiraste de um lado para mete-lo na boca. Muito gostavas tu de chupa-lo, lambe-lo, ama-lo. Foi então que tocando a tua garganta, larguei o liquido reprodutor, tal e qual o óleo que faz andar o motor.Nem lhe vi a cor, fizeste o favor de desaparecer com ele. Assim é que eu gosto, trabalho completo com dedicação.Despedimo-nos com um olhar, ficando desde já marcada a próxima revisão.

(Palmas...)



Não se preocupem comigo se não virem a minha mão direita à frente do meu corpo… Prémio AMOR, UMA CONDIÇÃO DE VIDA vai para... Nannnnnnnnnnnnny

NU
(Nanny)

Estendido sobre a cama, nu, esperas por mim sorrindo,
pego no meu copo de vinho, molho-te a barriga e sorvo da tua pele,
mordes os lábios para não gemer, e os meus olhos sorriem de prazer.
Coloco-te um morango em cima da barriga,
pego-lhe com os lábios, sem o trincar,
levo-to à boca e mordemos os 2 ao mesmo tempo,
acabamos num beijo longo, doce
a saber a morango e a vinho
...deixo-te suspenso, enquanto me estico e pego num cubo de gelo do balde
molho os meus lábios com ele e passo-o na tua barriga que se arrepia
percorro o teu peito com o gelo e chego-o aos teus lábios...
molho-os e beijo-os com pequenas dentadas.
afasto-me da tua boca, sorrio e digo-te:
BOA NOITE, DORME BEM!

(Palmas...)



Chegou o momento do insulto gratuito e eu adoro que me chamem porca marota enquanto me desfazem o esfíncter... E o prémio Insulto Gratuito a Personalidades/Bloggers vai para... Formicidaaaaaaaaaaaaaaaaae

ZORZE DO CARALHO!
(Formicidae)

Zorze, minha puta galega: para quando um auto-de-fé da zumircandia dos ''teus'' textos? Os outros sabem onde os vais buscar? Hã? És notavelmente incompentente, incompreensivel, inconstante, inconsistente e todas as putas de ''in'' que me lembre, ó meu palhaço frustrado e esquizofrénico!

Ahhhhhh. que bem que soube meu querido! O prémio já cá papa! :D

(Palmas...)



E agora, em execuo, para o prémio LOBBY, os vencedores são: Lótus, Matisfolle, Paulo, 1entre1000's e Haddock.

TRÍADE
(Lótus)

Ando ensimesmada. Ou melhor, emimesmada. Porque estou em mim, e não em si.
Dedilho-me cá por dentro, como se fosse uma guitarra que se tenta afinar, testando acordes.
Se calhar estou só enlámesmada. Em Lá Menor.
Ou será endómesmada na Dó Maior?
Rebusco-me à procura de um Sol, mesmo que Menor."

AMIGO
(Matisfolle)

Amigo da onça que te partiste
Tão cedo desta vida ... descontente
Sem nada no bolso pra dar ao dente
Mas dando vivas de mão em riste

Se lá no assento etério onde subiste
Não tens colgate pra lavar o dente
Dá um sorriso fica contente
A dentadura partiu, já não existe

E se achas que podes esconder-te
Com as contas por pagar que me deixaste
Arranja alguém que saiba proteger-te

E com a lábia com que sempre me lixaste
Roga a Deus não volte eu a ver-te
E agradece porque, por enquanto, escapaste.

Amigo da onça que te partiste
Tão cedo desta vida ... descontente
Sem nada no bolso pra dar ao dente
Mas dando vivas de mão em riste

Se lá no assento etério onde subiste
Não tens colgate pra lavar o dente
Dá um sorriso fica contente
A dentadura partiu, já não existe

E se achas que podes esconder-te
Com as contas por pagar que me deixaste
Arranja alguém que saiba proteger-te

E com a lábia com que sempre me lixaste
Roga a Deus não volte eu a ver-te
E agradece porque, por enquanto, escapaste.

EVERY HEART HAS A SLIGHT NIGHT FRIGHT
(Paulo)

à noite
quando te escondes no teu próprio mundo
deixando que os pensamentos tomem conta da tua mente
quando a melancolia se instala
e as lágrimas ameaçam desaguar no queixo mal escanhoado
é então que a dor trespassa
que o receptáculo onde fica guardada durante o dia
é transformado em pó
é então que recordas
que revives
que relembras o tempo
em que provavas a felicidade nos lábios de outrem
à noite
é quando a solidão te dá a mão
te guia até ao leito
onde tentas em vão buscar conforto
é quando te votas ao abandono emocional
esquecendo as barreiras
e os muros semi-permeáveis que constróis
nada sai e tudo o que entra tentas agarrar
à noite
é quando estás mais frágil
quando és mais autêntico, mais tu
é à noite
quando a lua reina no céu estrelado
que gritas, te interrogas e sonhas
à noite
é quando desejas cortar a carne
colada aos teus ossos
perfurar tendões
sangrar profusamente
porque não há palavras que expliquem
nem metáforas que façam alguém
entender o que sentes
ao ser incapaz de voltar
a amar

A COLOCAR NA MINHA CAIXA DE CORREIO
(1entre1000's)



POST MORTEM - Anatomia de um crime? -
(Haddock)

Portugal. Profundo. Ribatejo. Verão quente. Anos 70. Foi encontrado morto o padre da paróquia. No pinhal. Longe da povoação. Já hirto. E nu. Sem sinais de violência. Sem vestígios de ter caminhado descalço. Sem registo de outra presença no local.
O comandante do posto manda removê-lo para a casa mortuária do cemitério. Chama o delegado de saúde. Este inicia a autópsia. Pouco percebe do assunto.
Entretanto a notícia corre. O povo marcha para o cemitério. As beatas carpem. O delegado de saúde impacienta-se. Mas sorri quando reconhece um aneurisma da aorta abdominal. Olha para o comandante do posto. Este esteve sempre encostado à parede. Apaga o cigarro. No chão. Com a bota. E aproxima-se.
- "E então?" (pergunta)
- "Causa natural, está a ver?" (responde o delegado de saúde)
E aponta.
- "Não pode ser, Sr. Doutor! Então como é que o defunto me aparece nestes preparos caído no meio do pinhal?"
- "Vai ver, exagerou na ascese!"
"Hããã??? Deve ser uma bebida..." (pensou o comandante do posto) "vou ter de falar com a governanta do prior".
D. Custódia estava inconsolável. Derramada sobre a mesa da cozinha. Chorava copiosamente. Em tom soluçado repetia incessantemente as mesmas frases: "era um santo homem"..."sofria muito com o calor, o pobrezinho".
Mas o comandante do posto já nem a ouvia. Tinha o olhar preso no monte de latas vazias de Red Bull que jaziam junto ao caixote do lixo...
O padre chamava-se Amaro. E padecia de (in)temporal contingência da dimensão concreta. E MAI NADA!
(... a não ser que as bebidas energéticas são más para o colesterol, não obstante darem asas)

(Palmas)



Terminamos esta grande edição da 1ª Grande Entrega de Pérmios Alienação Zorziana. Eu agora vou para casa, pois o Daniel já deve querer que me dobre para a brincadeira. Até sempre, éver ólieis e atê le infinite, merci!

20 comentários:

  1. BIG-Z muito bem entrege e que bela noite que eu passei, o apresentador tem que mudar para o ano, o gajo é uma granda merda(eu sei que o orçamento era curto). Um abraço e parabéns aos vencedores.

    ResponderEliminar
  2. Eládio cabe-me escrever que estives-te muito bem! O meu vestido ao lado do teu penteado é um trapo...

    ResponderEliminar
  3. quero agradecer a honra , não merecida , deste prémio. quero agradecer aos meus pais , aos meus avós à minha mulher ao meu filho ao cão ao primo da tia da mulher do filho do pai da avó da sobrinha da tia da prima da madrinha do Zorze .

    zorze tu vende mas é os direitos destes textos todos a uma editora e vais ver que ainda recebes umas massas :-)

    ResponderEliminar
  4. Zorze, vou só agradecer às teclas do meu computador que me aturaram horas infindas para que saísse essa "coisa" que aí colocaste e ao gato da minha vizinha que parou de "ciar" oferecendo a todos um silêncio de morte. Aos restantes fica para depois.
    Como diz o Asdrubal, vende os direitos de autor mas antes ....sorry lá por isso ... dá para "desduplicar" as quadras ?
    Merci ... abç

    ResponderEliminar
  5. LLLOOOLLL!!!
    Começo muito bom...texto magnifico e o Eládio...bem, não podias ter escolhido melhor...lol!!

    Beijokas

    ResponderEliminar
  6. Como é que é, oh Eládio, FIQUEI EM ÚLTIMO??? E deixaste que que me equivalessem a chien??? Belas propostas, todas!! Tá bem que a concorrência era feroz, mas e o que foi que combinámos, humm? humm?? Que a demora não te faça esperar, Zorzinho... Abraço apertado (no gasganete)!!
    Post Mortem ao pódium!!

    ResponderEliminar
  7. Parabéns a todos,gostaria de agradecer publicamente o meu patrao que nem imagina quantas horas passo a precorrer os blogs,ao meu dicionario que me ajudou imenso a compreender estes lindos textos.Nao parem continuem com as PALMAS...JA chega...


    Diz a esse Eladio que esteve bem, mas que o penteado dele...

    ResponderEliminar
  8. Formicidae2:25 da tarde

    Zorze, foda-se, és mesmo um balde pá!!!

    ResponderEliminar
  9. isto foi muito politicamente correcto... ou isso ou toda a gente o subornou.

    ResponderEliminar
  10. (limpando os vestígios de vinho derramado com a pata)

    Obrigada a todos (mas tirem daqui o Eládio, que não me larga para saber a marca do vinho, apre!), queria também agradecer ao meu acompanhante desta noite, que ficou com a barriguinha toda arrepiada para vosso divertimento...

    Festinha da gata

    ResponderEliminar
  11. eu só não percebo.. se gostas tanto das mamas da penélope.. porque é que as postas escondidas? ;)

    ResponderEliminar
  12. ehehehheehh
    belo momento de riso

    ResponderEliminar
  13. e de repente reparo ali ao lado um "rip" qq com o meu blog :) pois é... foi por ele que aqui cheguei de novo :)

    ResponderEliminar
  14. Para veres que não sou de ressentimentos, vem cá receber o troféu, Zorze! Abraço.

    ResponderEliminar
  15. zorze dava para substituir as fotos do Eládio por sei lá... pelo... Brad Pitt????
    è que já não o posso ver aqui... Livra!!!

    ResponderEliminar
  16. Caro Zorze, vim aqui dizer...exactamente o que a 1entre1000's disse.

    Caramba, até tenho medo de sonhar com a criatura!

    (com mil tangerinas, quem é que se chama Eládio CLIMACO? - isto é um drama infantil, é trágico e persegue-me desde que me lembro... Quem, QUEM caro Zorze, QUEM é que se chama CLIMACO...e...e ELADIO?)

    :|

    ResponderEliminar
  17. Baldei-me à cerimónia, por causa do apresentador... Não me misturo com esse senhor.

    ResponderEliminar