Avançar para o conteúdo principal

Olhei-me em 1993 e olhámo-nos, em 2008, para 1993 - OU - Os nossos anjos da guarda.

* Este post é dedicado à C.D.L.

A mamã ofereceu-me umas gravações de família feitas em 1993: tinha apenas 16 anos e o suporte da minha cabeça atrofiada era efectuado por um corpo absolutamente esguio. Ainda há poucos dias, falava com uma amiga sobre o que tínhamos "avariado" nessa idade. Tal como eu, adivinhe-se (!), muitas e outras asneiras já meias enterradas na consciência da nossa inconsciência. Mas delas ficámos com a noção que foram o motor de embarque para a sorte que teríamos nos anos vindouros (ou a ausência da mesma, mas talvez noutros episódios menos significantes), se bem que, por alguma razão, acabámos sempre por nos safar intactos e hoje, já com os "intas", parecemos estar bem mais arrumados. Valeu-nos sempre o evitar das tragédias. A ti, naquela noite onde erradamente irias incorrer, e, a mim, correr no limite do tempo ao embate daquele pesado comboio: as flâmulas brancas iluminadas dos anjos da guarda do nosso bem querer - já reparaste?! Mais outras noites, mais outros embates, mas escapámos ilesos e agora, com mais 15 anos (1/6 de vida para quem quer, como nós, viver até aos 90), sentimos a necessidade de louvar a sorte. Embora desconfie que eles já se conheçam, brindemos, mesmo assim, aos dois - mas não a nós, naturalmente: enfim, ao teu e ao meu anjo da guarda.

Comentários

  1. Todo esse seu blog é um misto de efervecência e sandices, por isso é tão atraente...
    Adorei as fotografias, e os textos alucinantes.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. ai sinhôreeee aliénado quer viver até aos 90 anos?!?!?!?!? livra...

    ResponderEliminar
  3. ... (a 1entre1000´s séria) sabes mas esses tropeções e trambolhões com mais ou menos mazelas é que certamente Vos fizeram crescer... por eles ainda bem (ou não)!

    ResponderEliminar
  4. grande postal!
    e cheio de esperança de vida!!
    e que os anjos continuem cheios de boa disposição...

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Hoje minha avó completou 86 anos... isso é um fato que enche o coração!

    Um brinde aos seus 90 (lá por 2067).
    Um abraço.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Die Liebesbriefe einer portugiesischen Nonne

Gosto mesmo deste registo de mamas!

Tinha, talvez, cinco anos quando vi a Ana Zanatti e as suas amigas freiras em cenas lesbianas e, naturalmente, vem daí o despertar precoce da minha libido.

Só consegui a capa do filme em Inglês. Sorry...

Rapsódia contemporal-conceptual - OU - Ya, Zé

Onde é que se liga aqui este megafone?... Ouçam: artigos pequenos e outros um pouco maiores com mais de 80% de mínima importância. O tapete, o cristal, os dourados. Ai, como são lindos os dourados! Os saldos! Ui, dEUS meu, já começaram? Pretexto. Vamos já, vamos já! Quero ver essa selectividade minimalista dos espaços decorados sem nada. Os dias da reinvenção. Presunção. Sei mais do que tu! Eu sim, sou especial. Antena e o tempo. Vem de onde? Massamá! E o que nos traz hoje? Venho cantar Celine Dion em português. Escolha ousada. E porquê a Celine? Ai, é simplesmente linda: sempre foi! Dias de festejo. Kizombada depois da lambada lambuzada ao seu tempo. 2 tempos. 4 tempos. Motores potentes. A tecnologia gritante. Si, cariñoooooo! Iphones, S8's, S9's, 5 Mini S´s. Fodeu! É assim que se diz? Depende do que queres dizer!? Quem? A mulher, o patrão, o empregado, a amante turbinada, o senhor do banco? Tenho certezas, tenho opiniões. Como diziam os outros, já sei namorar e beijar de bo…

Como pode um homem sem escrúpulos fornicar a sua amiga lésbica?

Embriagados e fumados, dois amigos estendidos no chão da cozinha. . .

Amiga: Qual é o meu problema em gostar de gajas?
Amigo: O problema é que se não fosses lésbica já teríamos um programa melhor do que ficarmos a arrefecer no chão.
Amiga: Não te preocupes. Posso sempre dar-te um xi-coração.
Amigo: Olha, já cheiraste este lenço?
Amiga: O que tem?
Amigo: Cheira!
Amiga: Está bem. Humm… bah, cheira a… a… a… hospital…
Amigo: Diz antes a sonorífero!