terça-feira

Perdi a voz em viagem. Julgo que fugiu por uma janela aberta nos mais de 700 quilómetros que fiz ontem. Não fosse o almoço junto ao mar e os bolinhos de bacalhau a renderem-se aos rojões e não teria vontade de me lembrar das portagens, dos sonos nas bombas e dos vidros embaciados.

1 comentário: