quarta-feira

Somos viciados na idiotice

A complexidade da nossa massa orgânica poderia tornar-nos em literatura morosa. Mas não: enganamo-nos numa postura prepotente de seriedade livre de chacota! Ao invés, quem procura escalar os níveis de inteligência, percebe que a fórmula mais fácil de viver com os “bichos” é ter a capacidade de gozar consigo mesmo. Sim (!), sou muito mais feliz hoje ao assumir-me como um idiota. Todavia, e mesmo que as nossas alturas pelas alturas possam não coincidir, olhar-vos-ei sempre ao nível dos meus olhos.

Estamos todos no mesmo saco escuro do julgamento idiota!

4 comentários:

  1. Obrigada pelas tuas palavras sábias, Zorze Zorzinelis!!

    ResponderEliminar
  2. Permita-me copiar isto para outro blogue...

    ResponderEliminar
  3. soberbo!
    e parecendo que não, faz imensamente bem à auto-estima!!

    ResponderEliminar