sexta-feira

T.G.V. (Tardar com Grande Velocidade)

Ela amava-o e desamava-o à velocidade de um TGV. Mais de 300 km de emoções por hora e ele sempre com pouco tempo entre a partida e a chegada para a amar devidamente. Um dia, alguém caiu à linha e ela, enfim, olhou-lhe os olhos e descobriu o que tentou não ver. Amava-o, mas chegara tarde. O seu corpo despedaçado jazia ao sol sobre os carris...

5 comentários:

  1. É o problema do Pretérito Imperfeito...

    ResponderEliminar
  2. Foda-se, lá se vão atrasar os combóios outra vez. abraço forte ganda maluco.

    ResponderEliminar
  3. oh pa vinha eu decidida a fazer bonito neste comentario a um post, tambem, interessante e deparo com o post acima... pronto não há condições!

    ResponderEliminar
  4. Fofinhos todos vocês...

    ResponderEliminar