quarta-feira

Lolitas: amá-las ou fodê-las?

1.
Já Vladimir Nabokov fantasiava com carne fresca em 1955 aquando da sua obra Lolita, adaptada ao cinema, em 1961, pelo "monstruoso" Stanley Kubrick.

2.
E por que razão estou eu, aos 31 anos de idade, pai de um rebendo ultra-amoroso-mimado, a fantasiar com Lolitas? Bem, na verdade não estou! Isto porque vi hoje um clip da Alizée, cantora francesa amadrinhada pela sensualíssima Mylène Farmer - isto, há um bom punhado de anos. Na altura, e com apenas 16 anos (hoje, com 24), a nova estrela da pop quis e assumiu o papel de Lolita pura e dura.



Alizée, mon Dieu, qu'elle est belle!

3.
Em Portugal qual foi a Lolita que tivemos? Hmmm... Sinceramente, só me lembro de Ana Malhoa aos saltos no Buéréré... enfim, foi o que se pôde ter!



Ana Malhoa... bem, quer dizer, enfim...

4.
Ou estou muito enganado ou ninguém, ainda (!), pegou num original de Ana Malhoa e o trabalhou com o devido amor. Alizée, ao invés, com o seu "Moi Lolita", inspirou a versão do músico francês em ascensão: Julien Doré. Fica o original (clicai) e a versão (aqui também).

3 comentários:

  1. claro está! ... que os temas da Ana Malhoa, dispensei, segui em frente e scrollei na página (scrollei diz-se? não? azar eu digo!) Lolita, Lolita, lembro-me de há uns meses ter anunciado aos meus convivas e a todos q me conhecem que m iria converter ao mito urbano gótica Lolita, claro q a paranoia durou aproximadamente 3 dias mais coisa menos coisa... LOL

    ResponderEliminar
  2. pra começar anda cá.. a a a a
    que ele já está de pé.. e e e
    poe-te de joelhos aqui..i i i
    faz-me lá um bóbó
    c'a seguir eu vou t'ó cu....

    la la la la la



    versao a condizer com a postura da cantora.

    ResponderEliminar
  3. Acho que não contradiz assim tanto, meu caro Ivan!!!

    ***, ficas bem de qualquer forma, Miles

    ResponderEliminar