quinta-feira

Coincidência? Não. (Uma minúscula teoria)

A propósito disto:

- Sabes quem é que eu vi no outro dia no Colombo?
- Não sei(?)...
- A Sara. Lembras-te? Foi aquela que me fodeu a cabeça toda.
- Foda-se, grande coincidência! Já não a vias há anos!
- Grande coincidência? Não.

Só por esta razão que expresso numa minúscula teoria:

Não acho que existam coincidências! Se estiver num grande espaço comercial, provavelmente estarão lá 10 ou mais pessoas que conhecerei de vista. Isto facilitará em termos percentuais o meu encontro com qualquer um deles. E o que direi então? "Meu Deus, que coincidência divina?!" ou "Como é possível encontrar-te aqui após tanto tempo?".

De uma forma lógica, simplifico um dos enredos redundantes do esoterismo e afins e poupo a cicatriz já aparentemente sarada do meu cérebro.

... AQUI

2 comentários:

  1. e encontrar alguém conhecido noutro país? é coincidência? :)

    ResponderEliminar
  2. eh lá, não me tinha ocorrido isso... *

    ResponderEliminar