sexta-feira

O meu prédio tem 133 campainhas

... a maioria dos check-outs são tristes;
o meu matrimonial foi. muito. violento, até. houve outros;
olha, aquele na república dominicana, onde abundavam os fartos buffets;
hoje, quando o dinheiro escasseia no final do mês, cozinho feijão frade com sangacho...

... as saídas, dolorosas ou não, levam-nos a outras entradas;
quando saí do casamento, romantizei-me para recuperar o que de mim tinha caído ao chão;
sem dinheiro, mudei-me para um quarto de uma casa antiga, mas familiar;
os retratos, os naperons, as mobílias roídas pelas traças, os livros em francês e de educação sexual...

... meses depois, novo check-out. foi triste. muito. calmo, até;
procurei uma casa em vão até visitar o prédio das 133 campainhas;
a senhoria não precisou de me vender o espaço: gostei dele mal olhei as campainhas;
eu, no meu T0 e 132 delas a circundarem a minha. e já não me sinto tão triste.

"(...) quando o dinheiro escasseia no final do mês, cozinho feijão frade com sangacho..."

3 comentários:

  1. muitos de nós cozinham feijão frade com sangacho - mesmo a meio do mês. nem todos temos é a capacidade de o entender.

    (fico contente que pelo menos apareças - tenho saudades*)

    ResponderEliminar
  2. Tinha uma sensação parecida quando morava num nono andar e dormia num beliche. Algumas vertigens também.

    ResponderEliminar